110 anos de nascimento de Luiz Gonzaga: livro resgata a história do Rei do Baião

Os sertões do Cariri no Ceará e do Araripe em Pernambuco são os locais escolhidos para o lançamento oficial do livro “Luiz Gonzaga 110 anos do Nascimento”, a mais completa obra já disponibilizada sobre a carreira e a vida do Rei do Baião. A publicação é de autoria do pesquisador Paulo Vanderley que, durante mais de três décadas, mergulhou no universo “gonzagueano”, resgatando letras, capas de LPs e fotografias raras do artista.

A celebração de 110 anos do nascimento de Luiz Gonzaga, comemorado dia 13 de dezembro deste ano, contará com uma programação especial. O autor e parte da equipe vão participar de diversos eventos, como noite de autógrafos e palestras, em cidades como Exu, em Pernambuco, terra natal do Seu Lua, como também Juazeiro do Norte, Iguatu e Crato do lado cearense. A programação vai ocorrer entre os dias 10 e 18 de dezembro de 2022.

A OBRA
A musicalidade e o universo de Luiz Gonzaga inspiraram Paulo Vanderley a descortinar a trajetória de um dos maiores artistas brasileiros de todos os tempos. Com isso, o autor, considerado a principal referência sobre o Seu Lua, como o artista também era conhecido, pretende democratizar e compartilhar a história e a arte do Rei do Baião.

A obra traz um resgate histórico de 110 matérias publicadas na imprensa entre as décadas de 1940 e 1980. A publicação traz a discografia completa do artista com a impressão de todas as capas e contracapas em tamanho real, bem como os selos dos discos de 78 rotações por minuto. Além disso, é possível escutar o próprio Luiz Gonzaga contando suas histórias pelos QR codes espalhados pelo livro. É o mais rico material já publicado sobre o nordestino Luiz Gonzaga.

Nomes importantes do cenário musical brasileiro e nordestino também fazem parte da publicação. Ícones da MPB como Fagner, Lenine, Santanna, o Cantador, e Maciel Melo, dentre outros, imprimiram seus depoimentos, resgatando de suas memórias pessoais a influência de Luiz Gonzaga em seus caminhos musicais.

DOCUMENTÁRIO, PODCAST, SITE
“Luiz Gonzaga 110 anos do Nascimento” conta também com websérie, podcast, bem como site https://luizluagonzaga.com.br/, garantindo, dessa forma, o caráter multimídia do projeto. Os apaixonados por Seu Lua conseguirão ter acesso ao conteúdo de parceiros musicais e seus herdeiros no forró por meio de uma conversa leve e descontraída.

O podcast “Luiz Gonzaga 110 anos do Nascimento”, lançado este ano, reúne símbolos importantes da carreira do sanfoneiro, cantor e compositor. Este projeto reúne mais de 50 programas nas principais plataformas de áudio. Cada uma das gravações conta com a presença de convidados especiais, como Elba Ramalho, Waldonys, Fagner e Espedito Seleiro.

PARCERIAS
O êxito do projeto contou com importantes parcerias. A edição é permeada pela obra dos artesãos mestre Espedito Seleiro e Maninho Seleiro de Nova Olinda/CE. O projeto gráfico tem assinatura do designer Vladimir Barros de Souza.

Quem também está presente na obra é o artista visual Bené Fonteles, curador e escritor que, em 2010, lançou “O Rei e o Baião”, em homenagem ao sanfoneiro.
Vale destacar ainda a consultoria da jornalista francesa Dominique Dreyfus, autora da biografia mais completa de Luiz Gonzaga, intitulada “Vida do Viajante: A Saga de Luiz Gonzaga”, publicada em 1996.
SOBRE O AUTOR
A experiência e o conhecimento fizeram de Paulo Vanderley uma referência nacional no tema, tanto que ele foi convidado como consultor em importantes projetos sobre Gonzaga, como o Museu Cais do Sertão, no Recife, o filme “Gonzaga: de pai pra filho”, de Breno Silveira, e do desfile campeão do carnaval do Rio de Janeiro em 2012, da Unidos da Tijuca de Paulo Barros.

Aos poucos, Paulo conseguiu transportar esse valioso material para diversos tipos de plataformas, o que permite o público em geral se debruçar no universo do Rei do Baião. “É uma forma de manter viva a memória de um dos maiores nomes da nossa música e reconectar todo esse legado com novas gerações. Eu fico animado com esse interesse por Gonzaga. Ele foi e é muito importante para nossa cultura”, destaca Paulo Vanderley.

Compartilhar:

ultimas

Assine nossa newsletter e receba todas as novidades !