Assis Cavalcante comenta sobre a importância do comércio varejista para o crescimento do PIB

Depois de encerrar o ano de 2023 com um crescimento de 2,42%, o Produto Interno Bruto (PIB) cearense tem previsão de chegar ao índice de 2,31%, em 2024, segundo estimativa do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece). O índice é superior ao previsto para o País, que tem projeção de 1,78%, conforme o Boletim Focus do Banco Central do Brasil.

 

O setor que mais se destacou no acumulado de 2023 foi o de Serviços, que inclui o comércio, com desempenho de 3,40% e que também superou o índice nacional (2,4%). A Indústria (1,09%) e a Agropecuária (-6,40%) aparecem em seguida.

 

Para o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Fortaleza, Assis Cavalcante, a projeção é animadora. Além disso, o fato de o setor de serviços ter obtido o maior crescimento, prova a força e a importância do comércio varejista para a economia do Brasil

 

“Além de gerar um grande volume de empregos, levando renda para milhares de famílias e movimentando o mercado consumidor, o comércio varejista, que faz parte do escopo do setor de serviços, atrai milhares de pessoas todos os dias nos grandes centros urbanos ou mesmo nas cidades de pequeno porte, fazendo a economia girar”, afirma.

 

Assis Cavalcanti reforça que para que essas projeções continuem sempre otimistas é preciso que os lojistas invistam cada vez mais em capacitação, para que os seus vendedores estejam mais próximos do consumidor e procurem sempre estar preparados para lidarem com campanhas pontuais e, assim, atrair ainda mais os consumidores.

 

“Um dos maiores desafios dos varejistas é a fidelização de clientes. A melhor forma de solucionar esse problema é investir em uma relação mais próxima com o seu público, criando uma conexão mais natural e saudável com os consumidores, sem esquecer de estabelecer um fluxo de atendimento mais completo e preciso para se comunicar em todas as plataformas necessárias com seu público”, complementa.

 

O Ipece ressalta que, como a projeção indica somente uma tendência de crescimento ou arrefecimento da economia, suas informações e resultados são preliminares e sujeitos a retificações, quando forem calculadas as Contas Regionais definitivas, em conjunto com o IBGE e as 27 Unidades da Federação (UFs).

Compartilhar:

ultimas

Assine nossa newsletter e receba todas as novidades !