Mais de 70% das atividades do 24º Festival Jazz & Blues são gratuitas

 

Os ingressos para as sessões das 21 horas já estão à venda na Bilheteria Virtual. O festival acontece de 18 a 21 de fevereiro em Guaramiranga/CE.

Shows, bate-papos e oficinas vão marcar a programação do 24º Festival Jazz & Blues, que acontecerá de 18 a 21 de fevereiro em Guaramiranga, Ceará. São 21 atividades no total, sendo 15 shows, 3 oficinas e 3 bate-papos “Café no Tom” com artistas convidados. Mais de 70% das atividades têm acesso gratuito. Somente a sessão de shows das 21 horas nos três primeiros dias tem venda de ingresso (R$ 40 inteira / R$ 20 meia), válido para os dois shows da sessão. Os ingressos já estão à venda no site Bilheteria Virtual.

São atrações das sessões das 21h:  no dia 18, grupo Marimbanda (homenagem a Luizinho Duarte) e o homenageado pelo festival nesta edição, cantor e compositor Ednardo (show com repertório de “50 anos de Sarau Vox 72”); no dia 19, shows do trombonista capixaba Joabe Reis (lançou em 2020 seu primeiro disco autoral, “Crew in Church”) e de Hamilton de Holanda Trio (show “Flying Chicken”); e no dia 20, apresentação da cantora Djeli Tapa, de Mali, residente no Canadá (repertório do álbum “Barokan”) e do multiartista Silvero Pereira (show “Silvero interpreta Belchior”).

Nos três primeiros dias os shows acontecem na Cidade Jazz & Blues, estrutura erguida pelo festival, a 550 metros da Praça do Teatro Rachel de Queiroz, no Centro da cidade. Na sessão das 17 horas, o festival terá as seguintes atrações: no dia 18, cantora Lorena Nunes (show “Embarcação”) e violonista Cainã Cavalcante (show “Sinal dos Tempos – Cainã toca Garoto”); no dia 19, Mulheres do Blues, grupo formado pelas cantoras Marília Lima, Jael Lia e Shirley Cordeiro, a cantora e tecladista Gabriela Willis, a guitarrista Débora Marc, a contrabaixista Mirele Alencar e a baterista Ayla Lemos (show “Blues Ontem, Hoje, Sempre!”) e Makem (show “Vozes”); e no dia 20, shows do baterista Robertinho Marçal e do dueto de jazz formado por Vanessa Moreno e Salomão Soares (“Yatra-Tá”).

 

 

 

Matinal nas Igrejas

 

Uma novidade desta edição é a Matinal nas Igrejas. Nos anos anteriores o festival já vinha promovendo apresentações na escadaria ou em seus interiores, sempre ao final da tarde. Dessa vez, convida o público a apreciar a música instrumental de duos convidados na manhã da terça-feira, dia 21. Às 9h será na Igreja da Gruta, localizada na Pousada dos Capuchinhos, com Miqueias dos Santos e Stênio Gonçalves. Em seguida, às 11h, Nonato Lima e Pedro Façanha se apresentam na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, ambas localizadas em Guaramiranga, respectivamente a 600m e a 450m da Praça do Teatro Rachel de Queiroz.

Miqueias dos Santos e Stênio Gonçalves apresentam o show “Café pra dois”. Clássicos do jazz, do blues e da bossa-nova terão roupagens únicas, onde apenas o baixo e a guitarra vão preencher todas as lacunas possíveis da melodia, harmonia e ritmo, regadas de muito improviso. Nonato Lima e Pedro Façanha prepararam um repertório de música brasileira, tango, jazz, explorando o que o acordeon e o baixo acústico podem fazer. Entre os compositores, Astor Piazzolla, Dominguinhos, Jacob do Bandolim, além de música autoral.

E é na Praça do Teatro que o grupo Dona Zefinha apresenta na terça-feira, às 10h, “O circo sem teto da lona furada dos bufões”, uma comédia musical infantil que retrata a história de um circo mambembe nordestino tentando sobreviver no midiático mundo contemporâneo. É um espetáculo divertido, para público de todas as idades.

 

 

Café no Tom e Oficinas

Nem só de shows é feito o Festival Jazz & Blues. Já é tradicional o Café no Tom, um bate-papo de atrações do festival, com o jornalista Dalwton Moura, às 11h no Basílico Restaurante, que fica na Praça do Teatro, com direito a perguntas do público. Serão três dias de Café no Tom, com boa conversa e palinhas dos convidados. No sábado, o bate-papo será com os músicos da Marimbanda, Heriberto Porto (flautas), Thiago Almeida (arranjos e piano), Pedro Façanha (baixo acústico) e Michael da Silva (bateria e percussão). No domingo, é com o músico Hamilton de Holanda e, na segunda-feira, com a cantora Vanessa Moreno e o pianista Salomão Soares.

Para quem quer aprofundar os conhecimentos musicais, três oficinas vão acontecer na sede da AGUA – Associação dos Amigos da Arte de Guaramiranga, de sábado a segunda-feira, com início às 10h. No sábado, a oficina é de violão, com Cainã Cavalcante; no domingo, o músico Cláudio Mendes ministra atividade com o tema “O ser humano por trás do ser artístico”; e na segunda-feira, o assunto é bateria, com Robertinho Marçal. O acesso é por ordem de chegada, sujeito a lotação. A sede da AGUA fica no Centro de Guaramiranga, próxima ao Teatro Municipal Rachel de Queiroz.

O 24º Festival Jazz & Blues é uma realização da Via de Comunicação. Agradecimentos: Enel e Solar Coca-Cola, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura. Apoio Institucional: Prefeitura Municipal de Guaramiranga e Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria da Cultura (Secult-CE).

 

SERVIÇO

24º Festival Jazz & Blues: De 18 a 21 de fevereiro de 2023 em Guaramiranga, Ceará. Ingressos para as sessões das 21h à venda no site Bilheteria Virtual (www.bilheteriavirtual.com.br). Valor: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia). O restante da programação tem acesso gratuito. Site: www.jazzeblues.com.br. Redes Sociais: Facebook [Festival Jazz & Blues (CE)] Instagram [@festivaljazzeblues]. Informações: producaojazzeblues@gmail.com.

ultimas

Assine nossa newsletter e receba todas as novidades !