Profissionais da educação visitam a CSP e descobrem novas perspectivas sobre a produção de aço 

35 professores e gestores da comunidade escolar participaram do tour na usina nesta semana 

A Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) realizou mais uma ação do programa Você na CSP, promovendo uma visita guiada para profissionais da comunidade escolar do município de São Gonçalo do Amarante (SGA). Participaram 35 moradores da região que atuam na área da Educação, entre professores, coordenadores e gestores. A programação proporcionou aos presentes a oportunidade de conhecerem de perto o processo de produção do aço da CSP; as tecnologias e ações da usina para a proteção ambiental; os projetos sociais que contribuem com o desenvolvimento regional, além dos programas de portas de entrada para trabalhar na CSP. A visita aconteceu nesta terça, 7/2.

Entre os presentes, estavam moradores de Bolso, Parada, Acende Candeia e de outras comunidades vizinhas. O analista Ítalo Ribeiro, da área de Relações com as Comunidades, apresentou os sete canais do Diálogo Social e os programas sociais da CSP. “Atuamos sempre com respeito às pessoas e ao meio ambiente. Com ética e transparência, sempre pautados na clareza, nós mantemos um diálogo efetivo com a nossa vizinhança”, destacou Ítalo.

Tour na área industrial 

Os visitantes percorreram a área industrial da usina embarcados em ônibus da CSP. A experiência foi aprovada e o conhecimento obtido vai ser multiplicado, segundo o coordenador de programas e projetos da Secretaria de Educação de SGA, Erismar Carlos Monte, conhecido como professor Mazinho. “O objetivo era trazer esses profissionais para que pudessem conhecer como funciona a siderúrgica e para repassarem isso para a comunidade escolar. Hoje, um dos grandes pilares da educação é a motivação. Para os alunos, ter uma indústria desse porte tão perto é importante. Eles vão almejar um dia chegarem aqui, com toda a certeza”, explicou o docente. Ele também destacou a parceria da CSP. “Temos diversos projetos que são desenvolvidos com a CSP, e todos eles muito bem-sucedidos”, compartilhou.

Memórias de SGA 

Exemplares do livro “Todo lugar tem uma história pra contar”, produzido pela CSP em 2015 com memórias de moradores de SGA e Caucaia, foram distribuídos a todos os docentes. A supervisora escolar Alda Marques agradeceu o presente e contou o que a surpreendeu nesta primeira visita à CSP. “Eu não sabia como era produzido o aço. Eu achava que era extraído, da mesma forma como retiram o ouro. Foi muito bacana esse aprendizado”, contou Alda.

A professora contou que vai compartilhar a experiência com seus alunos, que têm de 7 a 10 anos. “Com certeza, vou ter vontade de dizer pra eles como é feito o aço. A gente houve muito falar sobre a CSP, mas não temos essa informação sobre como é a produção. É bem interessante!”, garantiu Alda.

Portas de entrada na CSP 

A área de Recursos Humanos da CSP, representada pela analista de RH Martina Vieira, também participou do evento, conversando com os presentes sobre as portas de entrada da usina e os critérios de seleção do programa Jovem Aprendiz, que contrata preferencialmente moradores de SGA, Caucaia e Paracuru. “A nossa intenção é realmente desenvolver os jovens da região. A proposta da CSP é a de dar a primeira oportunidade de emprego para eles”, explicou Martina.

Comunidade na CSP 

Por meio do Você na CSP, o programa de visitas da CSP, a siderúrgica oportuniza visitas quinzenais para grupos de moradores das comunidades próximas da usina siderúrgica. Em 2022, foram realizadas 12 visitas. Ao todo, 357 moradores das comunidades do entorno visitaram a CSP durante os meses de abril a novembro de 2022.

Confira quais são os sete Canais de Diálogo usados pela CSP: 

1 – Porta a Porta: visitas às comunidades vizinhas;

2 – Programa Você na CSP: 2 visitas mensais das comunidades à CSP;

3 – Teia Comunitária: rede de cooperação regional;

4 – Comunidade Online: informativo quinzenal enviado via Whatsapp;

5 – Encontro de Lideranças: apresentação do balanço anual de atividades;

6 – Embaixadores do Diálogo: empregados da CSP contribuindo com o Diálogo;

7 – Ouvidoria: canal de denúncias, reclamações e elogios (0800.280.5502 ou site cspecem.com/ouvidoria).

ultimas

Assine nossa newsletter e receba todas as novidades !