XIII Folgança promove apresentações culturais gratuitas no Parque Rachel de Queiroz

            O XIII Folgança – Encontro dos Grupos da Cultura Popular Tradicional promove, nos dias 25 e 26 de maio, apresentações gratuitas de grupos tradicionais, no Parque Rachel de Queiroz, no bairro Presidente Kennedy. A programação, voltada para a celebração do folclore brasileiro, além da valorização dos grupos da cultura popular tradicional, é a culminância do festival.

As atrações iniciam sempre às 18h, com os grupos tradicionais, seguidos de uma apresentação musical. No sábado (25), apresentam-se: Maracatu Vozes da África, Grupo MiraIra, Grupo de Dança Tablado, Grupo de Tradições Folclóricas Raízes Nordestinas, Cia Estrelas da Rua, Balé Popular Terras Potiguares e Grupo Parafolclórico Fulô do Sertão. Em seguida, a banda Tá Bonito pra Chover leva o seu autêntico forró pé de serra ao parque.

No domingo (26), é a vez dos grupos: Maracatu Nação Pici, Grupo de Tradições Cearenses, Balé Popular Terras Potiguares, Balé Folclórico Arte Popular de Fortaleza, Companhia de Ritmos e Danças Populares (Cordapes) e Quadrilha Raios de Sol, tendo ainda participação do Grupo Estandarte de Emoções, Escola de Samba Imperadores e Grupo Flor do Amanhã. Para encerrar, tem show com o artista Dedim Gouveia Jr.

Maiara Pinheiro, presidente da Associação Canto da Jandaia, realizadora do Folgança, destaca o papel do evento na preservação da diversidade, memória e vitalidade das raízes culturais nordestinas, promovendo também uma importante troca de experiências. “O festival culmina com apresentações culturais de grupos tradicionais e de projeções folclóricas, que encantarão o público com suas danças, músicas e seus trajes típicos”, sintetiza.

Intercâmbio, Homenagens e Seminário

Também dentro das atividades do Folgança, na quinta-feira, 23, haverá solenidade de entrega de comendas em reconhecimento aos grupos participantes da 13ª edição do evento, no Teatro do Cuca Pici, a partir das 19h. Na ocasião, Mestre Marcos, do Reisado Nossa Senhora da Saúde, também será homenageado. “Sinto-me profundamente feliz por poder disseminar essa cultura tão rica e preservar sua essência. Como dizem, a cultura é aquilo que brota da alma”, afirma ele, que há 16 anos mantém viva a tradição do reisado de Congo. Na sexta-feira, 24, um intercâmbio de experiências entre os grupos será realizado no Centro Cultural Zé Testinha, no bairro Aeroporto, também a partir das 19h.

O evento teve início com o Seminário “Folgar, dançar e cantar como práticas de cura necessárias na contemporaneidade, realizado de 16 a 18 de maio, no Espaço Cultural MiraIra – IFCE- Campus Fortaleza. O seminário teve palestras, rodas de conversa e oficinas com a participação de grupos de cultura popular e Mestres da Cultura.

 

Mais sobre o festival

O Folgança – XIII Encontro dos Grupos da Cultura Popular surgiu da necessidade da valorização e do fortalecimento das culturas populares regionais como alternativa à preservação das culturas tradicionais. O festival defende a diversidade e a coletividade e propõe o verdadeiro e benéfico significado da palavra universalização: o eterno reencontro dos seres humanos e suas aldeias com as suas raízes universais.

Em sua 13ª edição, se consolidou no calendário de cultura estadual, reunindo anualmente os grupos folclóricos, mestres da tradição, folcloristas, pesquisadores, estudantes e brincantes. Dessa forma, contribui com o despertar da consciência sobre as riquezas, importâncias e potencialidades da cultura local, gerando o desenvolvimento econômico e social local e regional.

O Folgança – XIII Encontro dos Grupos da Cultura Popular é uma realização da Associação Cultural Canto da Jandaia. A produção é do Grupo de Tradições Folclóricas Raízes Nordestinas. Conta com parcerias da Comissão Cearense de Folclore, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará – IFCE Campus Fortaleza – Grupo MiraIra; Prefeitura Municipal de Fortaleza, Instituto de Cultura Arte Ciência e Esporte – Rede Cuca; Secretaria Municipal de Cultura – Secultfor; e apoio do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura; e Governo Federal, por meio do Ministério da Cultura – Lei Paulo Gustavo.

 

 

 

 

 

SERVIÇO

XIII Folgança – Encontro dos Grupos da Cultura Popular Tradicional

Dias 23, 24, 25 e 26 de maio, em Fortaleza (confira programação detalhada abaixo)

Programação gratuita e aberta ao público

Mais informações: https://www.instagram.com/associacaocantodajandaia/

 

PROGRAMAÇÃO

Quinta-feira – 23 de maio

19h – Solenidade de Entrega das Comendas aos Grupos participantes e ao Mestre Marcos do Reisado Nossa Senhora da Saúde, como o mestre homenageados dessa edição; e Apresentações Culturais

Teatro Cuca Pici (R. Cel. Matos Dourado, 1499 – Pici)

 

Sexta-feira – 24 de maio

19h – Intercâmbio Cultural entre os grupos participantes

Centro Cultural Zé Testinha (Travessa Riachuelo, 115 Aeroporto)

 

Sábado – 25 de maio

18 horas – Apresentações dos Grupos

Parque Rachel de Queiroz (R. Edgar Falcão, Presidente Kennedy)

Maracatu Vozes da África

Grupo Miraira

Grupo de Dança Tablado

Grupo de Tradições Folclóricas Raízes Nordestinas

Cia Estrelas da Rua

Balé Popular Terras Potiguares

Grupo Parafolclórico Fulô do Sertão

Atração Musical: Banda Tá Bonito pra Chover

 

Domingo – 26 de maio

18 horas – Apresentações dos Grupos

Parque Rachel de Queiroz (R. Edgar Falcão, Presidente Kennedy)

Maracatu Nação Pici

Grupo de Tradições Cearenses

Balé Popular Terras Potiguares

Balé Folclórico Arte Popular de Fortaleza

Companhia de Ritmos e Danças Populares (Cordapes)

Quadrilha Raios de Sol

Atração Musical: Dedim Gouveia Jr.

 

Grupos Convidados: Grupo Estandarte de Emoções, Escola de Samba Imperadores e Grupo Flor do Amanhã

ultimas

Assine nossa newsletter e receba todas as novidades !